A arte e o abandono

November 19, 2012

Image

 

A arte e o abandono

Eu sou passageiro,

o efêmero, inconstante.

O nunca sempre presente.

O sempre abandonante.

O que deixa pegadas

e contratos de aluguel pela metade.

Amizades na saudade

ou no esquecimento

como detrimento, ora

nas buscas e nos destinos

da minha arte pobre

mas em parte nobre.

Hora assim, hora assada,

mas sempre minha.

Pois ela sou eu,

e eu sou ela.

Concomitantes,

moradores de si mesmos.

Ela em mim e eu nela.

Minha casa confortante.

Meu amor inebriante.

Meu amigo confidente.

Minha única certeza

na alegria e na tristeza,

que me puxa ou me afunda,

que me seca ou me inunda,

mas que sempre me inspira

e que eu nunca abandono.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

A Liga Gay

O site LGBT mais acessado do Nordeste

sigoescrevendo

Um manifesto de palavras sob a regência de cada momento.

The Art of Viviane Fujita

Illustration • Chocolate • Shoes

Kris Barz Daily

random creations, sketches from a Brazilian artist.

Paulicéia e Desvairada

porque a cidade também é uma mulher

Blog da Itiban

alimente-se

DWRBTZK

"USE YOUR LEGS" W.Shakespeare. ------> dwdwski@gmail.com

Repensado

coletivo de ideias em reconstrução constante

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

sydnikruger.wordpress.com/

Portfolio of Sydni Kruger

Jennifer Edwards

Knitting a Life...Drawcumenting the Days

Mundo de Oz

"Vim pelo caminho díficil, a linha que nunca termina, a linha bate na pedra, a palavra quebra uma esquina, mínima linha vazia, a linha, uma vida inteira, palavra, palavra minha" (Leminski)

AnsiaMente

Sobre irritações e inquietudes